Clique no link desejado abaixo.
 

REGISTRO DEFINITIVO OU PROVISÓRIO
VISTO DE PROFISSIONAL
SEGUNDA VIA DE CARTEIRA POR: EXTRAVIO/ROUBO
SEGUNDA VIA DE CARTEIRA POR MUDANÇA DE ESTADO CIVIL OU ALTERAÇÃO DE DADOS CADASTRAIS
INCLUSÃO DE TÍTULO PROFISSIONAL
RENOVAÇÃO DA CARTEIRA DE IDENTIDADE PROFISSIONAL
RECADASTRAMENTO
INTERRUPÇÃO DE REGISTRO PROFISSIONAL
REATIVAÇÃO DE REGISTRO PROFISSIONAL
BAIXA DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA DE EMPRESA
ANOTAÇÃO DE CURSO
 

REGISTRO DEFINITIVO OU PROVISÓRIO

Quem pode se registrar: Diplomados nas áreas abrangidas pelo Sistema Confea/Crea:Engenharia, Agronomia, Geologia, Geografia e Meteorologia, em cursos de nível superior e tecnológico e médio para habilitação ao exercício legal da profissão.

Legislação: Lei Federal nº 5.194/66 e Resolução nº 1007/03 do CONFEA.

Documentação:

1. Requerimento de Profissional - RP, devidamente preenchido e assinado pelo profissional ou pessoa autorizada mediante procuração, cópia da procuração.
Obs.: Na solicitação de registro em que o profissional seja graduado em outro Estado, primeiramente serão realizadas consultas ao CREA em cuja jurisdição esteja situada a INSTITUIÇÃO DE ENSINO, para solicitar informações: se o profissional possui registro e se a Instituição e o curso estão cadastrados, bem como a Instituição de Ensino solicitando informação quanto a conclusão do curso;
2. Diploma devidamente assinado, registrado por Instituição de Ensino devidamente reconhecida pelo MEC - constando dia, mês e ano de conclusão (original e cópia simples ou cópia autenticada frente e verso na mesma folha). Para Registro Definitivo de Profissional;
3. Certificado, Atestado ou Declaração de conclusão de curso emitido por Instituição de Ensino devidamente reconhecida pelo MEC, constando dia, mês e ano da conclusão e estágio obrigatório (original e cópia simples ou cópia autenticada). Para Registro Provisório de Profissional;
4. Histórico Escolar, relativo ao curso em questão, com indicação de notas, carga horária com total de horas (original e cópia simples ou cópia autenticada frente e verso na mesma folha);
5. Carteira de Identidade(RG) - não deve ser aceito carteira de motorista(Art. 4º da Res. 1.007/2003 do CONFEA), (original e cópia simples ou cópia autenticada frente e verso na mesma folha);
Obs.: O(a) profissional que, por casamento, tiverem seus nomes alterados, deverão apresentar carteira de identidade alterada, Certidão de Casamento e o diploma devidamente apostilado pela universidade (original e cópia simples ou cópia autenticada).
6. CPF (caso o mesmo não conste na Carteira de Identidade-RG) – (original e cópia simples ou cópia autenticada);
7. Grupo sangüíneo e fator RH, opcional, caso queira que conste na carteira do Crea, apresentar atestado de laboratório - original e cópia;
8. Título de Eleitor e comprovante(s) de Votação do 1° e 2º turno ou Certidão de Quitação Eleitoral – (original e cópia simples ou cópia autenticada);
9. Certificado de Reservista, ou de Dispensa de Incorporação, ou de Isenção do Serviço Militar ou de Alistamento com carimbo de dispensa com data atualizada (original e cópia simples ou cópia autenticada frente e verso na mesma folha);
Obs.: O homem que completou 45 (quarenta e cinco anos) estará desobrigado de apresentar comprovação de alistamento militar (Lei nº 4.375/64);
10. Comprovante de Residência (correspondência bancária, contas de água/ luz/ telefone, etc.) – (original e cópia simples ou cópia autenticada);
11. Pagamento das taxas de Inscrição de Pessoa Física e Expedição de Carteira, no ato da solicitação;
12. 02 (duas) fotos 3x4, recentes e iguais.
 

Observações:

1) O Registro Provisório terá validade de 01 (um) ano, podendo ser prorrogado por mais 01 (um) ano, se apresentado novo Atestado ou Declaração emitida pela Instituição de Ensino de acordo com a Resolução 1.007/2003 do CONFEA;
2) A anuidade será cobrada no ato da ativação do Registro, em que a carteira provisória e certidão só serão entregues mediante pagamento (DECISÃO Nº 044/2010);
3)Os originais dos documentos serão restituídos ao profissional no momento de sua apresentação, após o(a) funcionário(a) do Crea apor o carimbo “Confere com original”, datar e assinar.

Para solicitação desse serviço, acesse o ambiente do profissional (clique aqui para acessar), selecione o menu Protocolo --> Cadastrar Protocolo e anexe o Sistema de Registro/Visto on-line, clique aqui.

 

VISTO DE PROFISSIONAL

Quem pode se registrar: Profissionais registrados no Sistema Confea/Crea que possuem Registro Nacional Profissional-RNP, os quais já são cadastrados em outro Crea, que se encontram ativos, quites e regular com o seu Conselho de origem, cujo pretendem atuar na jurisdição onde está solicitando o visto.

Legislação: Lei Federal nº 5.194/66 e Resolução nº 1007/03 do CONFEA.

Documentação:

1. Requerimento de Profissional - RP, devidamente preenchido e assinado pelo profissional ou pessoa autorizada mediante procuração,cópia da procuração;
2. Certidão de Registro e Anotação do CREA de origem ou Certidão do CONFEA, onde deverá constar a atribuição do profissional;
3. Anuidade do ano corrente ou Certidão de Registro e Quitação atual;
4. 01 (um) foto 3x4– Para anexar na ficha de autógrafo;
5. Carteira de Identidade Profissional do CREA de origem (original e cópia simples ou cópia autenticada);
6. Comprovante de residência no estado do Pará, opcional (original e cópia simples ou cópia autenticada);
7. Original e cópia da Carteira de Identidade Civil (Informação necessária para gerar senha de acesso ART Eletrônica);
8. Taxa de Inscrição de Pessoa Física Secundária;

Observações:

1) Os profissionais que estão no SIC(Cadastro Nacional), estão isentos da taxa de visto, conforme § 4 do Art. 01 da Res. 498/06 do CONFEA.
2) Agendamento não vale como pagamento;
3) Caso o profissional não possua Registro Nacional - RNP, deverá solicitar o recadastramento;
4) Quando não for apresentado endereço residencial no Estado do Pará, não será cadastrado no SIC que o profissional é visado no Crea-Pa;
3)Os originais dos documentos serão restituídos ao profissional no momento de sua apresentação, após o(a) funcionário(a) do Crea apor o carimbo “Confere com original”, datar e assinar.

Sistema de Registro/Visto on-line, clique aqui.

 

SEGUNDA VIA DE CARTEIRA POR: EXTRAVIO/ROUBO

Quem pode requerer: Profissionais registrados no Sistema Confea/Crea que possuem Registro Nacional Profissional-RNP que se encontram ativos, quites e regular com o Conselho, os quais tiveram a Carteira de Identidade Profissional do Confea extraviada.

Legislação: Lei Federal nº 5.194/66 e Resolução nº 1007/03 do CONFEA.

Documentação:

1. Requerimento de Profissional - RP, devidamente preenchido e assinado pelo profissional ou pessoa autorizada mediante procuração,cópia da procuração;
2. Boletim de Ocorrência Policial – B.O. (original e cópia simples ou cópia autenticada);
3. 01 foto 3x4 para Carteira Provisória;
4. Taxa paga de 2ª via de Carteira.

Observações:

1) O profissional deve estar em dia com sua anuidade do ano corrente (Lei Federal 5.194/66);
2) Agendamento não vale como pagamento;
3) Para os profissionais que tem registro ou visto no CREA-PA e não possuem o RNP, não será concedido 2ª via. Estes deverão solicitar o Recadastramento.

Para solicitação desse serviço, acesse o ambiente do profisisonal (clique aqui para acessar), selecione o menu Protocolo --> Cadastrar Protocolo e anexe o Formulário para emissão de Segundas Vias de Carteiras, clique aqui.

 

SEGUNDA VIA DE CARTEIRA POR MUDANÇA DE ESTADO CIVIL OU ALTERAÇÃO DE DADOS CADASTRAIS

Qem pode requerer: Profissionais registrados no Sistema Confea/Crea que possuem Registro Nacional Profissional-RNP que se encontram ativos, quites e regular com o Conselho, os quais desejam fazer alteração de dados cadastrais como: mudança de Estado Civil(Nome), alteração de imagem, inclusão de paternidade, retificação de dados e outros.

Legislação: Lei Federal nº 5.194/66 e Resolução nº 1007/03 do CONFEA.

Documentação:

1. Requerimento de Profissional - RP, devidamente preenchido e assinado pelo profissional ou pessoa autorizada mediante procuração,cópia da procuração;
2. Apresentar Carteira de Identidade Civil-RG com a alteração do nome já efetuada; Certidão de Casamento ou Averbação do Divórcio; Nova certidão de Nascimento; ou Certificado de Naturalização (original e cópia simples ou cópia autenticada);
Obs.: Para mudança de imagem, rasura, dados incorretos, apresentar RG, CPF, Certidão de Nascimento para correção.
3. 02 fotos 3x4, obrigatoriamente de frente e recente sem manchas (foto padrão de fundo branco);
4. Realizar nova coleta da digital e assinatura, para solicitar ao CONFEA a nova carteira definitiva;
Obs.: A carteira antiga deverá ser devolvida no momento da retirada da nova carteira;
5. Em caso de alteração de endereço, apresentar comprovante:água, luz, telefone, correspondência bancária, etc.(original e cópia simples ou cópia autenticada);
6. Taxa paga de 2ª via de Carteira, no ato da solicitação.

Observações:

1) O profissional deve estar em dia com sua anuidade do ano corrente (Lei Federal 5.194/66);
2) Agendamento não vale como pagamento;
3) Não será aceito carteira de motorista (Res. 1.007/2003 do CONFEA);
4) Para os profissionais que tem registro ou visto no CREA-PA e não possuem o RNP, não será concedido 2ª via. Estes deverão solicitar o Recadastramento;
5)Os originais dos documentos serão restituídos ao profissional no momento de sua apresentação, após o(a) funcionário(a) do Crea apor o carimbo “Confere com original”, datar e assinar.

Para solicitação desse serviço, acesse o ambiente do profisisonal (clique aqui para acessar), selecione o menu Protocolo --> Cadastrar Protocolo e anexe o Formulário para emissão de Segundas Vias de Carteiras, clique aqui.

 

INCLUSÃO DE TÍTULO PROFISSIONAL

Quem pode requerer: Profissionais registrados no Sistema Confea/Crea que já possuem Registro no Crea, que se encontram ativos, quites e regular com o Conselho, que desejam acrescentar novo título profissional, seja de nível superior ou médio, ao seu cadastro junto ao Regional.

Legislação: Lei Federal nº 5.194/66 e Resolução nº 1007/03 do CONFEA.

Documentação:

1. Requerimento de Profissional - RP, devidamente preenchido e assinado pelo profissional ou pessoa autorizada mediante procuração,cópia da procuração;
Obs.: Na solicitação de Inclusão de curso de outro Estado, primeiramente serão realizadas consultas ao CREA em cuja jurisdição esteja situada a INSTITUIÇÃO DE ENSINO, para solicitar informações se possui registro nesse Regional e se a Instituição e o curso estão cadastrados, bem como a Instituição de Ensino solicitando informação quanto a conclusão do curso;
2. Diploma devidamente assinado. (original e cópia simples ou cópia autenticada frente e verso na mesma folha);
3. Histórico Escolar, relativo ao curso em questão, com indicação de notas, carga horária com total de horas (original e cópia simples ou cópia autenticada frente e verso na mesma folha);
4. Título de Eleitor e comprovante(s) de Votação do 1° e 2º turno ou Certidão de Quitação Eleitoral – (original e cópia simples ou cópia autenticada);
Obs: Verificar qual o ano da última eleição ocorrida no País, caso o registro do profissional seja antigo, deverá ser apresentado os comprovantes de votação do 1° e 2 ° turno ou Certidão de Quitação Eleitoral atualizados;
5. Duas fotos 3x4, obrigatoriamente de frente e recente sem manchas (foto padrão de fundo branco);
6. Grupo sangüíneo e fator RH, opcional, caso queira que conste na carteira do Crea, apresentar atestado de laboratório, caso não conste na anterior (original e cópia simples ou cópia autenticada);
7. Comprovante de Residência:água, luz, telefone, correspondência bancária, etc., caso tenha ocorrido alteração de endereço (original e cópia simples ou cópia autenticada);
8. Taxa paga de 2ª via de Carteira, no ato da solicitação.

Observações:

1) O profissional que possuir registro definitivo de técnico no CREA-PA e, que esteja requerendo inclusão de curso superior, poderá solicitar a inclusão, desde que esteja com anuidade do curso técnico em dia junto ao CREA/PA. (Lei Federal 5.194/66 e Res. 1.007/2003 do CONFEA);
2) A anuidade proporcional de nível superior será gerada no ato do Recebimento da Carteira, conforme Decisão de Diretoria;
3) Devolução da Carteira de Identidade Profissional antiga no momento da retirada da nova carteira, exceto em virtude de extravio.
4)Os originais dos documentos serão restituídos ao profissional no momento de sua apresentação, após o(a) funcionário(a) do Crea apor o carimbo “Confere com original”, datar e assinar

Para solicitação desse serviço, acesse o ambiente do profisisonal (clique aqui para acessar), selecione o menu Protocolo --> Cadastrar Protocolo e anexe o Formulário para emissão de Inclusões de Títulos, clique aqui.

 

RENOVAÇÃO DA CARTEIRA DE IDENTIDADE PROFISSIONAL

Quem pode requerer: Profissionais registrados no Sistema Confea/Crea que possuem Registro Nacional Profissional-RNP, que se encontram com as  carteiras de identidade nacional do Confea vencidas.

Legislação: Resolução nº 519/2010 do CONFEA.

Documentação:

1. Requerimento de Profissional - RP, devidamente preenchido e assinado pelo profissional ou pessoa autorizada mediante procuração,cópia da procuração;
2. Apresentar cópia da Carteira Nacional com validade expirada;
3. O profissional deve estar em dia com sua anuidade do ano corrente (Art. 63 da Lei Federal 5.194/66).

Para solicitação desse serviço, acesse o ambiente do profisisonal (clique aqui para acessar), selecione o menu Protocolo --> Cadastrar Protocolo e anexe o

Formulário para Renovações de Carteiras, clique aqui.

 

RECADASTRAMENTO

Quem pode cadastrar: Profissional com registro ativo no Crea-Pa para substituição de carteira.
EXCETO: O profissional registrado na forma estabelecida pela Resolução nº 1007/03 do Confea, ou seja, quem já tem a Carteira Nacional, os cancelados e os com suspensão temporária.

Legislação: Resolução nº 494/2006 do CONFEA.

Documentação:
1. Requerimento - Formulário Profissional - RP(Preenchido e Assinado);
2. Comprovante de residência (endereço atualizado);
3. Cartão de Cadastro de Pessoa Física – CPF;
4. Titulo de Eleitor e comp. de votação, se brasileiro;
5. Carteira de Identidade-RG expedida na forma da Lei, se brasileiro;
6. Duas fotografias, de frente, nas dimensões 3x4, em cores;
7. Fator Rh – exame laboratorial específico, se assim desejar;
8. Taxa: R$ 36,89.

Observações:

1) A Carteira de Identidade-RG poderá ser substituída por outro documento de identidade regulamentada por lei federal (CNH) que possua validade em todo o Território Nacional, porém a validade da Identidade Profissional será de acordo com a validade da CNH, conforme disposto pelo Código de Trânsito Brasileiro que estabelece que a CNH poderá ter validade máxima de 5 anos, para condutores com até 65 anos de idade. Acima dos 65 anos, o prazo de validade será de 3 anos, onde o nº de registro informado na carteira nacional do Confea será o nº do Reg. da CNH do DETRAN;
2) As fotografias devem ser recentes, iguais,em cores, com fundo branco, e apresentar boa nitidez;
3) Os originais dos documentos serão restituídos ao profissional no momento de sua apresentação, após o(a) funcionário(a) do Crea apor o carimbo “Confere com original”, datar e assinar;
4) O profissional deve estar em dia com sua anuidade do ano corrente (Art. 63 da Lei Federal 5.194/66).

 

Para solicitação desse serviço, acesse o ambiente do profisisonal (clique aqui para acessar), selecione o menu Protocolo --> Cadastrar Protocolo e anexe o Formulário para Recadastramentos, clique aqui.

 

INTERRUPÇÃO DE REGISTRO PROFISSIONAL

Quem pode requerer: Profissionais registrados no Sistema Confea/Crea que possuem Registro Nacional Profissional-RNP, que se encontram ativos, quites e regular com o Conselho que não pretendem exercer sua profissão e que atendam às condições previstas no artigo 30 da Resolução nº 1007/03 do CONFEA.

Documentação:

1. Requerimento de Profissional - RP, devidamente preenchido e assinado pelo profissional ou pessoa autorizada mediante procuração,cópia da procuração;
2. Declaração de que não exercerá atividade na área de sua formação profissional no período compreendido entre a data do requerimento de interrupção e a da reativação do registro.

Observações:

1) O profissional deverá estar em quitação com possíveis débitos, tais como: anuidades, Notificação e Auto de Infração - NAI e Processos de Infração em seu nome e não ter processo ético em tramitação neste Regional;
2) Não deverá possuir ART(s) em andamento ou em aberto no Sistema Confea/Crea, bem como não poderá possuir vínculo com qualquer empresa na área da Engenharia, Agronomia, Geologia, Geografia e Meteorologia junto ao Conselho;
3) Devolução da Carteira de Identidade Nacional do Confea ou Boletim de Ocorrência-B.O;
4) Em caso de aprovação em concurso público, apresentar cópia do Edital do Concurso;
5) Apresentar cópia autenticada da Carteira de Trabalho e Previdência Social-CTPS, de todas as folhas que constam informações e anotações, especialmente as da última rescisão contratual;
6) Caso o profissional esteja exercendo função em Órgão Público ou Privado, deverá apresentar declaração em papel timbrado especificando qual função esta exercendo atualmente informando as atribuições do cargo;
7) Comprovante de douturado, mestrado realizado em outro país.

Formulário para Interrupções de Registros: requerimento e modelo de declaração.

 

REATIVAÇÃO DE REGISTRO PROFISSIONAL

Quem pode requerer: Profissionais registrados no Sistema Confea/Crea que possuem Registro Nacional Profissional-RNP, que solicitaram Interrupção de Registro por tempo indeterminado que pretendem exercer sua profissão.

Legislação: Resolução nº 1.007/2003 do CONFEA.

Documentação:

1. Requerimento de Profissional - RP, devidamente preenchido e assinado pelo profissional ou pessoa autorizada mediante procuração original ou cópia da procuração;
2. Quitação da Anuidade do ano Corrente, proporcional a partir da data do pedido de reativação do registro.

 

Observações:

1) Caso o profissional tenha devolvido sua Carteira Definitiva Nacional do CONFEA, quando solicitou Interrupção de Registro junto ao CREA/PA, no ato da reativação a carteira será devolvida;
2) Se a procuração for particular deve possuir firma reconhecida. Caso seja pública, emitida pelo cartório, não há necessidade do reconhecimento de firma;
3) Se for apresentada a cópia da procuração, o(a) funcionário(a) do Crea irá conferir a cópia com a original e apor o carimbo “Confere com original”, datar e assinar.

Para solicitação desse serviço, acesse o ambiente do profisisonal (clique aqui para acessar), selecione o menu Protocolo --> Cadastrar Protocolo e anexe o

Formulário para Reativações de Registros, clique aqui.

 

BAIXA DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA DE EMPRESA

Quem pode requerer: Profissional registrado no Sistema Confea/Crea, o qual possui vínculo empregatício com Pessoa Jurídica registrada no Crea-Pa, pertencente ao quadro técnico como responsável técnico, devido ao não mais interesse de permanecer no quadro funcional da empresa.

Legislação: Lei Federal nº 5.194/66 e Resolução nº 336/89 do CONFEA.

Documentos:

1. Requerimento de Profissional - RP, devidamente preenchido e assinado pelo profissional ou pessoa autorizada mediante procuração, cópia da procuração.

Observações:

1) O documento acima relacionado não poderá conter rasuras, caso contenha, o atendente não aceitará e solicitar ao requerente que providencie novo documento;
2) Se a procuração for particular deve possuir firma reconhecida. Caso seja pública, emitida pelo cartório, não há necessidade do reconhecimento de firma.
3) O profissional deverá justificar o motivo da rescisão contratual com a empresa;
4) Deverá ser informado o nº da ART de Cargo e Função para ser efetivada a sua baixa;
5) A assinatura do profissional no requerimento deverá obrigatoriamente estar reconhecida em cartório, bem como deverá conter o carimbo do profissional.

Para solicitação desse serviço, acesse o ambiente do profisisonal (clique aqui para acessar), selecione o menu Protocolo --> Cadastrar Protocolo e anexe o

Formulário para Baixas de Responsabilidades Técnicas, clique aqui.

 

ANOTAÇÃO DE CURSO: ESPECIALIZAÇÃO, MESTRADO, DOUTORADO, SEGURANÇA DO TRABALHO E GEORREFERENCIAMENTO DE IMÓVEIS RURAIS

Quem pode requerer: Profissionais registrados no Sistema Confea/Crea que já possuem Registro no Crea, que se encontram ativos, quites e regular com o Conselho, que desejam anotar em seu cadastro profissional cursos de Pós-Graduação, comprovados através de certificados ou diplomas expedidos por estabelecimentos de ensino superior, registrados nos órgãos competentes do MEC.

Legislação: Lei Federal nº 5.194/66,Resoluções nº 1007/03 e 218/73 do CONFEA.

Documentos:

1. Requerimento de Profissional - RP, devidamente preenchido e assinado pelo profissional ou pessoa autorizada mediante procuração,cópia da procuração;
Obs.: Na solicitação de Anotação de curso, cujo diploma seja de outro Estado, primeiramente serão realizadas consultas ao CREA em cuja jurisdição esteja situada a INSTITUIÇÃO DE ENSINO, para solicitar informações se possui registro nesse Regional e se a Instituição e o curso estão cadastrados, bem como a Instituição de Ensino solicitando informação quanto a conclusão do curso.
2. Diploma ou Certificado de Conclusão da Pós Graduação devidamente assinado. (original e cópia simples ou cópia autenticada frente e verso na mesma folha);
3. Histórico Escolar, relativo ao curso em questão, com indicação de notas, carga horária com total de horas (original e cópia simples ou cópia autenticada frente e verso na mesma folha);
4. Título de Eleitor e comprovante(s) de Votação do 1° e 2º turno ou Certidão de Quitação Eleitoral – (original e cópia simples ou cópia autenticada);
Obs: Verificar qual o ano da última eleição ocorrida no País, caso o registro do profissional seja antigo, deverá ser apresentado os comprovantes de votação do 1° e 2 ° turno ou Certidão de Quitação Eleitoral atualizados.
5. 02 fotos 3x4, obrigatoriamente de frente e recente sem manchas (foto padrão de fundo branco), se desejar receber a Carteira Provisória até o recebimento da nova carteira definitiva do Confea para o caso da Anotação do curso de Segurança do Trabalho;
6. Comprovante de Residência:água, luz, telefone, correspondência bancária, etc., caso tenha ocorrido alteração de endereço (original e cópia simples ou cópia autenticada);
7. Taxa de Anotação de Curso e Taxa de 2° via de Carteira Nacional, no ato da solicitação. (Para Anotação do curso de Pós Graduação em Segurança do Trabalho);
8.  Taxa de Anotação de Curso, no ato da solicitação. (Para os demais cursos que não sejam de Segurança do Trabalho)

Observações:

1) O profissional deve estar em dia com sua anuidade do ano corrente (Art. 63 da Lei Federal 5.194/66);
2) Devolução da Carteira de Identidade Profissional antiga no momento da retirada da nova carteira, exceto em virtude de extravio mediante apresentação do B.O;
3) Os documentos em língua estrangeira legalizados por Autoridade Consular Brasileira devem ser traduzidos para o vernáculo por tradutor público juramentado;
4) Quando forem apresentados original e fotocópia do documento, o/a atendente deverá conferir a cópia e apor carimbo “Confere com original”, datar e assinar e nenhum original deverá fazer parte da documentação, todos deverão ser devolvidos ao requerente.

Para solicitação desse serviço, acesse o ambiente do profisisonal (clique aqui para acessar), selecione o menu Protocolo --> Cadastrar Protocolo e anexe o

Formulário para Anotações de Cursos, clique aqui.

Tv. Doutor Moraes, 194 - Nazaré - CEP: 66.035.080 | Belém - PA - Brasil Tel/Fax: 00 55 (91) 3219-3402/3403/3404
Ouvidoria: (91) 3219-1132/1136 Horário de Funcionamento 8h às 16h30